Os vinhos portugueses no Top 100 da Wine Spectator

wine_portugal

A prestigiada revista norte-americana Wine Spectator destaca os vinhos de Portugal nas suas listas de “melhores do ano”. Os vinhos portugueses foram destacados entre milhares provados ao longo de todo o ano.

Quatro vinhos foram incluídos na lista Top 100, ou seja, na lista dos melhores vinhos publicada em dezembro de 2016. Outros quatro vinhos portugueses foram reconhecidos ao fazerem parte da mais recente lista Top 100 Values, o que equivale às melhores compras. Aqui a avaliação é feita comparando o preço com a qualidade.

“Dos 473 vinhos de Portugal provados, 43% foram classificados com 90 pontos ou mais, testemunho da crescente qualidade dos vinhos de mesa”, realça o editor da revista Mich Frank.

Quanto à lista do Top 100 Values a Wine Spectator explica “que os editores da Wine Spectator provam de forma cega, avaliando a qualidade sem qualquer conhecimento do preço. Adoram encontrar excelentes vinhos e ainda mais descobrir que esses vinhos são acessíveis. Uma das nossas principais tarefas é sugerir aos nossos leitores vinhos de alta qualidade a bons preços e destacamos estes vinhos de muitas maneiras ao longo do ano.”

Portugal consegue assim igualar-se à França, sendo ultrapassado apenas pela Áustria e Alemanha. Já na lista dos Top 100 Values, os vinhos nacionais conseguiram superar a Argentina, Chile e a Nova Zelândia.

Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, considera que “é uma confirmação da consistência de qualidade dos vinhos portugueses e este reconhecimento é fundamental para que os profissionais, sejam importadores, distribuidores ou que os restaurantes, se mostrem cada vez mais abertos a incluírem nas suas listas os vinhos de Portugal. Apesar deste reconhecimento pela revista da especialidade o caminho junto dos decisores de compra não é fácil e é ainda longo”.

Fonte:BN

O vinho Terras do Grifo brilha na Wine Spectator

O vinho Terras do Grifo Tinto 2012 foi avaliado com 91 pontos, em 100 possíveis, pela reconhecida revista norte-americana Wine Spectator. A pontuação atribuída ao vinho da Rozès foi da responsabilidade do jornalista da publicação, Kim Marcus.

Terras do Grifo Tinto 2012 é (13,5%) um D.O.P. Douro feito a partir das castas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinto Cão e Sousão. De cor rubi, apresenta aromas finos de frutos vermelhos e notas de madeira bem integrada, provenientes do seu estágio em barrica. Na boca é redondo, macio, jovem, frutado, revelando boa acidez, frescura e profundidade.

Acompanha muito bem queijos, pratos de carne e fumeiros.

Este vinho chega ao consumidor com o preço aproximado de cinco euros.