Portugal é o maior consumidor de vinho do Mundo

Vinhos-portugueses

Portugal é o país com maior consumo de vinho por habitante, com 54 litros por pessoa e por ano.

A seguir no ranking estão França, Itália, Suécia, Suíça, Bélgica e Argentina, Alemanha e Austrália (27 litros), de acordo com o relatório anual de conjuntura da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV).

Espanha é o 8.º país com maior consumo por habitante (25,4 litros), seguida de dois países onde não se cultivam vinhas: Holanda e Reino Unido.

No entanto, a procura de vinho aumentou apenas 0,4% a nível mundial, em 2016, para os 242 milhões de hectolitros, em linha com a estagnação verificada desde a crise de 2008.

Foi na China onde se verificou o maior aumento no consumo (+6,9% para 17,3 milhões de hectolitros), seguida da Itália (+5,3% para 22,5 milhões) e dos EUA (+2,5% para 31,8 milhões).

Já a produção de vinho caiu 3%, para 267 milhões de hectolitros, devido sobretudo a condições climáticas pouco favoráveis em alguns dos principais países produtores, como o Chile, a Argentina ou o Brasil. A OIV refere que os três maiores produtores continuam a ser Itália (50,9 milhões de hectolitros, mais 2%), França (43,5 milhões, menos 7%) e Espanha (39,3 milhões, mais 4%). Os EUA reforçaram a sua posição, com 23,9 milhões (+10%), bem como a Austrália que produziu 13 milhões (+9%).

O comércio internacional de vinho caiu 1,2%, em 2016, situando-se nos 104 milhões de hectolitros, mas em valor subiu 2%, para 29 mil milhões de euros.

Espanha voltou a ser o maior exportador em quantidade, com 22,3 milhões de hectolitros, mas França liderou no valor das vendas ao exterior, com 8255 milhões de euros. Portugal foi o 9.º maior exportador (2,8 milhões de hectolitros, por 734 milhões de euros).

Fonte:JN

Os vinhos portugueses no Top 100 da Wine Spectator

wine_portugal

A prestigiada revista norte-americana Wine Spectator destaca os vinhos de Portugal nas suas listas de “melhores do ano”. Os vinhos portugueses foram destacados entre milhares provados ao longo de todo o ano.

Quatro vinhos foram incluídos na lista Top 100, ou seja, na lista dos melhores vinhos publicada em dezembro de 2016. Outros quatro vinhos portugueses foram reconhecidos ao fazerem parte da mais recente lista Top 100 Values, o que equivale às melhores compras. Aqui a avaliação é feita comparando o preço com a qualidade.

“Dos 473 vinhos de Portugal provados, 43% foram classificados com 90 pontos ou mais, testemunho da crescente qualidade dos vinhos de mesa”, realça o editor da revista Mich Frank.

Quanto à lista do Top 100 Values a Wine Spectator explica “que os editores da Wine Spectator provam de forma cega, avaliando a qualidade sem qualquer conhecimento do preço. Adoram encontrar excelentes vinhos e ainda mais descobrir que esses vinhos são acessíveis. Uma das nossas principais tarefas é sugerir aos nossos leitores vinhos de alta qualidade a bons preços e destacamos estes vinhos de muitas maneiras ao longo do ano.”

Portugal consegue assim igualar-se à França, sendo ultrapassado apenas pela Áustria e Alemanha. Já na lista dos Top 100 Values, os vinhos nacionais conseguiram superar a Argentina, Chile e a Nova Zelândia.

Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, considera que “é uma confirmação da consistência de qualidade dos vinhos portugueses e este reconhecimento é fundamental para que os profissionais, sejam importadores, distribuidores ou que os restaurantes, se mostrem cada vez mais abertos a incluírem nas suas listas os vinhos de Portugal. Apesar deste reconhecimento pela revista da especialidade o caminho junto dos decisores de compra não é fácil e é ainda longo”.

Fonte:BN

VVT SOLAR DA VIDEIRA

Solar do Louredo2

De cor rubi intensa, este Vinho não é mais do que um elogio aos frutos vermelhos maduros. O seu aroma exótico, com curioso final agridoce, revela um Vinho Verde Tinto de corpo volumoso, muito frutado e acidez agradável e persistente.

O VVT SOLAR DA VIDEIRA é perfeito no acompanhamento da gastronomia de inverno, mais gorda; fantástico ainda na harmonização de sobremesas conventuais.

As uvas são provenientes de vinhas em modo de produção integrada, através da gestão racional dos recursos naturais e conservação do ecossistema agrário, contribuindo assim para uma agricultura sustentável.

Solar do Louredo
Largo do Louredo, 59
4905-286 Moreira de Geraz do Lima
Portugal

www.solardolouredo.com

N 41º 43′ 08″
W 8º 40′ 24″

Angelina Campos +351 914 915 457
Luís Pedro +351 926 011 429