Rota dos Vinhos do Alentejo

João Portugal Ramos

Região vitivinícola de grande tradição, o Alentejo possui vinhos que nos surpreendem pela excelência, pelos aromas e pelas cores, tão singulares como a paisagem e a própria gastronomia.

Esta região de vastos horizontes, a que os sobreiros conferem uma sensação de força e perenidade, foi em tempos um extenso campo de trigo. Atualmente, as searas dão lugar a enormes vinhas, cujos vinhos recebem a força da paisagem e do calor ambiente, estando entre os mais reconhecidos de Portugal.

Para além do Vinho Regional Alentejano, que se encontra por toda a região, os produtores de vinho distribuem-se por 8 áreas de Denominação de Origem Controlada – PortalegreBorbaRedondoReguengosVidigueiraÉvoraGranja/AmarelejaMoura, o que permite uma variedade de escolha em qualquer ponto do Alentejo.

As caraterísticas distintas dos solos consoante a área (graníticos, calcários, mediterrânicos ou xistosos), as inúmeras horas de exposição solar e um conjunto de castas selecionadas permite uma produção de grande qualidade, aliada à capacidade de manter a tradição do sabor mas inovando na arte de fazer o vinho.

Quanto ao que os distingue, os vinhos brancos são aromáticos, frescos e harmoniosos, enquanto os tintos, de cor rubi ou granada, se revelam mais intensos, encorpados e ao mesmo tempo macios e ligeiramente adstringentes.

Para fazermos a escolha certa e saber qual o melhor para acompanhar uma refeição, nada como visitar uma adega, onde somos bem recebidos por enólogos mais entendidos e prontos a tirar todas as dúvidas. Também podemos começar pela Sala de Provas da Rota dos Vinhos do Alentejo, em Évora, onde poderão igualmente sugerir vários percursos pela região. E é sempre uma oportunidade para visitar esta cidade que é Património da Humanidade.

Para conhecer os segredos do vinho, sugerimos outras formas de o fazer, como visitar a Enoteca e o Museu do Vinho do Redondo ou participar nas festas das vindimas no final do verão, em que Borba é um bom exemplo com a sua Festa da Vinha e do Vinho.

E se aos vinhos juntarmos os deliciosos queijos alentejanos e os sabores aromáticos da gastronomia alentejana, então a visita ficará sem dúvida mais rica e completa.

Fonte: Visitportugal

Anúncios

Portugueses são os que mais bebem vinho por pessoa no mundo

Barca Velha 2008

Os portugueses consomem mais de 51 litros por pessoa ao ano. Os dados são da Organização Internacional da Vinha e do Vinho

Se Espanha lidera na exportação, no consumo do vinho Portugal destaca-se. Os dados da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) revelam que os portugueses são os que mais bebem por pessoa e ano.

Os números apresentados pela OIV referem que os portugueses consomem 51,4 litros de vinho por pessoa ao ano. Portugal é, assim, líder destacado neste segmento do consumo. Em Espanha, por exemplo, são bebidos 25 litros por habitante ao ano.

A nível mundial, o consumo em 2017 situou-se nos 243 milhões de hectolitros, mais um milhão do que no ano anterior. Os Estados Unidos lideram no consumo total de vinho, com 32,6 milhões de hectolitros. Segue-se a França (27 milhões), Itália (22,6 milhões) e Alemanha (20,2 milhões).

Já Portugal registou um consumo total de vinho de 4,5 milhões de hectolitros em 2017.

Mas se o consumo aumentou, o mesmo não se pode dizer da produção mundial de vinho.

Os dados da OIV revelam que no mundo foram produzidos 250 milhões de hectolitros de vinho em 2017, o que representa uma diminuição de 8,6% face ao ano anterior. Segundo a organização, esta produção “historicamente baixa” está relacionada com as “condições atmosféricas adversas”.

Itália, França, Espanha e EUA são os quatro países que produziram cerca de metade de todo o vinho do mundo no ano passado. A Itália lidera a lista com um total de 42,5 milhões de hectolitros. Portugal ocupa a 11.ª posição com a produção de 6,6 milhões de hectolitros de vinho em 2017.

Em 2017, Portugal foi o 9º maior exportador de vinho

De acordo com o documento, o nosso país está na lista dos 10 países com o maior volume de exportações de vinho. Ocupa a nona posição com 3 milhões de hectolitros vendidos no ano passado. Um número que representa um aumento face a 2016, ano em que Portugal vendeu 2,8 milhões de hectolitros.

O nosso país está igualmente no nono lugar, em relação aos valores de exportações, com 752 milhões de euros.

A Espanha mantém-se na liderança com 22,1 milhões de hectolitros vendidos. Seguem-se Itália (21,4 milhões), França (15,4 milhões) e Chile (9,8 milhões).

Fonte:DN 

Portugal é o 9º maior exportador mundial de vinho

 

Vinho Marques de Borba

Trezentos mil hectolitros separaram, em 2017, Portugal dos Estados Unidos, que ocupam a 8ª posição

Portugal manteve, em 2017, o lugar de 9º maior exportador de vinho do mundo, mas reduziu a distância para o 8º no pódio: os Estados Unidos reduziram a sua quota no comércio mundial, passando de 3,8 para 3,3 milhões de hectolitros as suas exportações, enquanto Portugal reforçou as vendas, que cresceram de 2,8 milhões de hectolitros para três milhões.

Via:DN