2016 é um ano lendário para o vinho do Porto

Vinho Fonceca Porto

James Suckling, crítico de vinhos norte-americano e provador da revista Wine Spectator que conta agora com um projeto em nome próprio, publicou recentemente uma crítica em que dá destaque a dois vinhos do Porto da colheita de 2016, afirmando que este poderá ser “um ano lendário para o vinho do Porto.”

Em causa estão os vinhos Taylor’s Vintage 2016 e Fonseca Vintage 2016, aos quais atribuiu pontuações de 100 e 98 pontos, respetivamente. Sobre o Taylor’s Vintage 2016 diz que “é o melhor Taylor’s jovem que já provei”. Já sobre o Fonseca Vintage 2016 classifica-o como um vinho “impressionante” que nos “agarra”. O crítico destaca ainda o Croft Vintage 2016, que mereceu 97 pontos.

Luís Sequeira, diretor geral da Heritage Wines, distribuidora responsável por estes vinhos, explica que foi agora aberto um período pré-venda para estes vinhos com o objetivo de “responder à elevada procura do mercado pelos Vintage 2016 e garantir que conseguimos responder a todos os nossos clientes. Estamos já a sentir uma grande pressão pelo que recomendamos que os pedidos sejam colocados cedo para evitar deceções”.

Fonte:Distribuição Hoje

Anúncios

Como Servir um Vinho do Porto

Decantar Vinho do Porto

A decantação é um processo simples e agradável. Trata-se de verter o vinho lenta e suavemente num decantador de modo a que o sedimento permaneça na garrafa. Aqui vão uma ou duas dicas de decantação.

É melhor não se preocupar muito com o número exacto de horas de decantação entre a abertura de um vinho do Porto Vintage e o seu consumo. Um bom plano é abrir e decantar a garrafa um pouco antes dos seus convidados chegarem, ou logo após, se não estava à espera da sua visita. Isso deve dar-lhe tempo de sobra para que os aromas (também conhecidos como o “nariz” ou o “bouquet”) abram até ao final da refeição e para que o vinho possa ser apreciado no seu melhor.

Se a garrafa veio diretamente da sua garrafeira, ou onde quer que a tenha armazenado, não há necessidade de deixá-la de pé antes de decantação. No entanto, se suspeitar que o sedimento possa ter sido recentemente agitado, por exemplo, durante um acidentado passeio de carro do comerciante de vinhos para até casa, então o melhor é dar-lhe algum tempo para depositar.

Para evitar que as partículas de sedimento passem da garrafa para o decantador, há quem goste de decantar o vinho através de algum tipo de filtro. Os funis de decantação incorporam um filtro de metal e são úteis para este fim, mas não são essenciais. A peneira de metal servirá igualmente bem. Se tiver à mão um simples pano de algodão muito limpo ou de musselina branca ou lisa, este também será um bom filtro. Qualquer tipo de coador ou filtro usado, deve ser previamente lavado com água quente, nunca lavado com sabão ou detergente. Já os filtros de café de papel não devem ser utilizados porque afectam o sabor do vinho, mesmo se forem cuidadosamente lavados.

Na realidade, nenhum filtro ou coador é necessário se a decantação for realizada com cuidado e delicadeza. Se eventualmente algumas partículas de sedimento passarem para o decantador, isto não será uma grande catástrofe pois estas são completamente inofensivas e acabarão por se depositar no fundo do decantador.

Algumas garrafas antigas de vinho do Porto Vintage têm uma marca de giz branco pintado num dos lados da garrafa. Isto indica que a garrafa foi armazenada com a marca branca para cima e é melhor, embora não seja fundamental, segurar a garrafa na mesma posição quando a estiver a decantar. Se não houver nenhuma marca de giz, segure na garrafa com o rótulo para cima.

Para ser apreciado no seu melhor, o vinho do Porto Vintage deve ser bebido no dia em que a rolha é retirada pela primeira vez, antes que os aromas delicados e complexos, que se desenvolvem nas primeiras horas após a garrafa ser aberta, comecem a desaparecer.
Um decantador de vinho do Porto Vintage maduro a circular à volta da mesa depois de uma boa refeição com os amigos é um dos mais sociáveis e agradáveis prazeres que pode haver.
Como já foi explicado, um vinho do Porto envelhecido em madeira (incluindo o Late Bottled Vintage) não precisa de ser decantado e pode ser vertido diretamente da garrafa para o copo.

Parceiro:Croft Port

Vinho do Porto vendido ‘online’ para todo o mundo

Porto-Vintage-2011

A internacionalização do Vinho do Porto acaba de ganhar um novo impulso graças ao lançamento do portal ‘online’ português Iportwine.com. O site, inaugurado recentemente, vai comercializar e fazer chegar, em poucos dias, a qualquer destino da Europa ou do Mundo, aquela que é uma das bebidas de excelência nacionais.

Disponível em três línguas – português, inglês e francês – ,o Iportwine.com promete disponibilizar “em apenas cerca de 48 horas” para a Europa e em poucos dias para o resto do Mundo “o Vinho do Porto, proveniente dos mais diversos produtores nacionais, desde os Vintage, Raros, Brancos, Ruby, Rosés, etc.

Através de um simples clique, passa, assim, a ser possível escolher entre mais de 300 vinhos de 11 produtores nacionais e encomendar a garrafa desejada, destacam os criadores do portal, que garantem a entrega da bebida no destino pretendido por intermédio “de um serviço de confiança e excelência”.
Segundo os responsáveis, o site “pretende tornar-se num portal de referência do Vinho do Porto” a nível internacional, oferecendo ainda aos visitantes informações sobre as várias casas desta “bebida milenar” e sobre a sua qualidade e explicando “em detalhe” os vários rituais a ele associados, como, por exemplo, “o ritual de decantar”.